O que fazer em Malta: descubra os melhores pontos turísticos

Malta é um destino turístico que oferece uma mistura única de história, cultura e beleza natural. Localizada no coração do Mar Mediterrâneo, esta pequena ilha possui uma rica herança histórica que remonta a milhares de anos. Dos templos megalíticos pré-históricos aos fortes medievais, Malta é um verdadeiro tesouro arqueológico. Além disso, suas praias de águas cristalinas, falésias impressionantes e enseadas secretas são um paraíso para os amantes do sol e do mar. Neste artigo, vamos explorar os melhores pontos turísticos de Malta que você não pode deixar de visitar durante a sua estadia.

O que não se deve deixar de fazer em Malta?

Em Malta, existem várias atividades que você não pode deixar de fazer. Uma delas é pegar o FerryBoat e visitar outras ilhas, como Gozo e Comino. Essas ilhas possuem praias paradisíacas e paisagens deslumbrantes, perfeitas para um dia de relaxamento e aventura. Outra atividade imperdível é visitar a feira de Marsaxlokk, onde você encontrará uma variedade de produtos locais, como peixes frescos, artesanato e souvenirs. Além disso, a feira é um ótimo lugar para experimentar a autêntica culinária maltesa.

A vida noturna em Malta também é bastante agitada, especialmente em Paceville. Este é o local ideal para dançar até de madrugada, com uma grande variedade de bares, clubes e discotecas. Além disso, não deixe de participar de uma festa tradicional maltesa, onde você poderá experimentar a cultura local, com danças tradicionais, música ao vivo e comida típica.

Não deixe de explorar Valleta ao máximo. Esta cidade histórica é Patrimônio Mundial da UNESCO e possui uma arquitetura impressionante, ruas estreitas e uma rica história. Visite os principais pontos turísticos, como a Catedral de São João, o Palácio dos Grandes Mestres e os Jardins Upper Barrakka. Por fim, não se esqueça de aproveitar o sol nas melhores praias da Europa, como a Praia da Baía Dourada, a Praia da Baía de Mellieha e a Praia do Paraíso Azul. Nestas praias, você poderá relaxar, nadar e praticar esportes aquáticos. Em resumo, em Malta há diversas atividades imperdíveis que vão desde conhecer ilhas paradisíacas até explorar a rica história e cultura do país.

Qual é a melhor época para visitar Malta?

Qual é a melhor época para visitar Malta?

A melhor época para visitar Malta é durante os meses de abril, maio, setembro e outubro. Durante esses meses, o clima em Malta é mais agradável, com temperaturas amenas e agradáveis, tornando-o ideal para explorar as belas paisagens e as praias deslumbrantes da ilha.

Em abril, ainda é possível sentir os resquícios do inverno, o que resulta em uma queda na temperatura. No entanto, a ilha começa a florescer com a chegada da primavera, oferecendo uma paisagem encantadora. Os dias são ensolarados e as temperaturas variam entre 15°C e 20°C, sendo perfeitos para caminhadas ao ar livre e visitas aos pontos turísticos.

Durante os meses de maio, setembro e outubro, o clima é ainda mais agradável, com temperaturas médias variando entre 20°C e 25°C. Esses meses são ideais para aproveitar as praias, nadar no mar cristalino e desfrutar do sol mediterrâneo. Além disso, as multidões de turistas são menores em comparação com os meses de verão, o que permite uma experiência mais tranquila e relaxante.

Qual é o bem para Malta?

Qual é o bem para Malta?

Malta oferece uma variedade de opções para os visitantes que desejam desfrutar de sua beleza natural e história rica. A Blue Lagoon é um destino popular, conhecido por suas águas cristalinas e areias brancas. St. Peter’s Pool também é altamente recomendado, um local perfeito para nadar e mergulhar. As três cidades de Malta – Vittoriosa, Senglea e Cospicua – são um tesouro histórico, com ruas de paralelepípedos, fortificações e igrejas antigas. A Gruta Azul é outro ponto turístico imperdível, com suas formações rochosas impressionantes e águas azuis deslumbrantes.

Para os amantes da história, a cidade medieval de Mdina é um destino imperdível. Com suas ruas estreitas e atmosfera encantadora, é fácil se perder na história enquanto explora suas muralhas antigas. Valletta, a capital de Malta, também oferece uma infinidade de atividades, como um Free Walking Tour pela cidade, onde é possível explorar seus encantos arquitetônicos e aprender sobre sua história fascinante. O Forte de Santo Elmo é uma atração notável, oferecendo vistas panorâmicas da cidade e do porto. A Catedral de São João também é uma visita obrigatória, com sua arquitetura deslumbrante e obras de arte impressionantes. Malta realmente oferece uma experiência única, combinando natureza deslumbrante e uma rica herança histórica.

Quantos dias em Malta?

Quantos dias em Malta?

Uma semana é um período ótimo de tempo para ficar na ilha de Malta. Durante esse período, é possível conhecer bem as diferentes regiões maltesas e aproveitar o melhor do país.

Minha sugestão é que você divida sua estadia de uma semana em duas partes: três noites ao norte de Malta, em Mellieha ou outra cidade da região, e quatro noites no centro ou sul de Malta, em Valletta ou outra cidade da região.

Ao norte, em Mellieha, você poderá desfrutar das belas praias e paisagens naturais da região. Além disso, é possível visitar a cidade de Mdina, conhecida como a “cidade silenciosa”, e explorar os templos megalíticos de Ggantija, em Gozo.

Já no centro e sul de Malta, em Valletta, você poderá mergulhar na história e cultura do país. A capital maltesa é famosa por suas fortificações, catedrais e museus. Além disso, é possível fazer passeios de barco para conhecer as famosas Grutas Azuis e visitar as cidades de Sliema e St. Julian’s, conhecidas por sua vida noturna animada.

Em relação aos custos, é importante considerar que Malta não é um país muito caro. Os preços de hospedagem, alimentação e transporte são geralmente acessíveis. No entanto, é sempre recomendável fazer um planejamento financeiro adequado e levar em conta as suas preferências e estilo de viagem.